Contador de acessos


Contador de acesso grátis

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Os animais mais estranhos e esquisitos do mundo

Fazer listas é algo bem difícil. Sobretudo quando se trata de animais. Digo isso porque existem muitos animais que a ciência nem sequer conhece. Vamos conhecer alguns dos candidatos a bichinho escalafobético do ano:

Imperador Tamarin - Belo bigodão

Curiosamente, o nome do macaco era apenas um apelido, que era uma zoação com o imperador germânico Wilhelm II. Mas que acabou sendo incorporado ao nome científico do macaco. Ele vive nas selvas do peru Bolívia e Brasil. É um macaco pequeno, com uma cauda maior que o corpo.


Macaco da cara branca - Esse dá calafrios.

O olhar penetrante deste macaco impressiona qualquer um. Adivinha de onde é este bicho? Isso mesmo, Brasil.

Anta pintada 

Este nem é tão estranho. Bem, a Anta é um paquiderme, logo está de certa maneira ligado ao elefante, mas esta antinha mirim pintadinha é muito bonita e exótica. Os índios costumam usar estes animais quando filhotes como bichinhos de estimação.

Hagfish 

Este é um peixe. Não, não é um caracol. Ele é conhecido como o mais nojento peixe do mundo. O Hagfish além de feio é meio sinistro. ele secreta umja baba gosmenta para escapar dos predadores, e se alimenta fazendo um buraco no seu alimento (outro peixe ou humanos) onde enfia esse monte de dente nojento. O movimento desta minhoca em forma de peixe se dá quando ele cria um nó e com ele consegue se propelir em direção à vítima.

Toupeira do nariz de estrela 

O nome diz tudo. É feio feito o catiço esse bicho.

Macaco de tromba - Como uma amiga minha fala: BUNITINHOOO!!!

Bizarro. Acho até que ele é parente do Lula Molusco. 

Tatu-fada rosa 

Este é o menor tatu do mundo. Um bichinho microscópico e cor de rosa. 90 a 115 milímetros. Da Argentina.

Axolotl - Fofinho Wolverine.

Este é o nome de uma salamandra mole mexicana. Um bicho estranho pra dedéu. Ele ainda pode regenerar partes do corpo amputadas. Por conta desta habilidade wolverinesca, a salamandra Axolotl está sendo estudada em vários centros de pesquisas biotecnológicas.

Aye-Aye - Esse sim veio de moto, sem capacete.

O estranho (semi-Et) Aye-Aye está famoso no mundo dos blogs como um dos mais estranhos bichos do mundo. Ele é tido como um demônio de mau agouro em Madagascar, seu país de origem. E por isso está na lista dos mais ameaçados de extinção.

Alpaca 

Este é uma espécie de cabritinho-girafesco, com um longo e ereto pescoço. As Alpacas são nativas dos andes, e descendem das Alpacas selvagens. São parentes das Lhamas, que por sua vez, são parentes dos camelos.

Tarsier - Olhar penetrante, estilo Nestor Kirchner.

Não, não é o Et de varginha. Este é um animal noturno - o que explica os olhos gigantes. Ele é um mamífero que salta pelas árvores na escuridão da floresta em busca de pegar cobras e insetos em pleno vôo. O Tarsier é um animal complexo devido a sua grande fragilidade. Ele tem este nome devido ao tamanho desproporcional dos ossos tarsios. Em geral são pouco conhecidos do homem, uma vez que existem poucos em cativeiro. Eles costumam cometer suicídio devido ao stress quando em cativeiro.

Polvo dumbo - Pokémon? 

É um animal descoberto recentemente nas altas profundidades. Ele leva este nome pelas estranhas orelhinhas na cabeça. É fofinho e parece até um pokemon, com aqueles tentáculos minúsculos.

Cão de Komondor - Monte de graveto.

Parece que a peruca do Bob Marley resolveu sair por aí. É um cão de dreadlocks. O cão de Komondor é este animal raro. Os dreadlocks são naturais e ocorrem devido à espessura do fio do pelo deste animal.

Coelho Angorá 

O coelho angorá é basicamente um Fluff vivo. Lembra do Fluff? Era aquela bola de fiapos. O coelho angorá é um coelho normal com pelos além da conta.
de origem turca, o coelho surgiu por volta de 1700, e é um animal bastante dócil. Cultuado pelos criadores de coelhos de exibição.

Peixe-bolha - Outro pokémon?!

O peixe bolha é um animal visto raramente por seu habitat ser praticamente inacessível a humanos. Ele vive em altas profundidades na costa da Australia e da Tasmania. O peixe bolha vive em uma profundidade tamanha, que seu organismo se adaptou e desta maneira sua pele é parecida com uma gelatina. ele é um peixe mais próximo da água-viva que se tem notícia. A densidade do seu corpo é sutilmente menor que a da água. Ele quase não tem músculos, nadando ao sabor das correntes profundas. Para compensar isso ele tem este bocão que engole de uma só vez qualquer peixinho mané que der mole na frete dele.

2 comentários:

  1. "Como uma amiga minha fala: BUNITINHOOO!!!"
    conheeeeeeçe!

    Ass: Ilana ;)

    ResponderExcluir